Guia prático de SEO para e-commerce em 6 passos

11 de janeiro de 2017

Ter um site bem posicionado no Google é fundamental para para qualquer e-commerce. Se você está perdendo cliques, provavelmente também está perdendo vendas. Mas como levar o seu site ao topo sem conhecer as boas técnicas de SEO?

Neste guia prático você vai aprender 8 passos para melhorar o posicionamento do seu site e ser encontrado pelos seus clientes.

 

1. Pesquisa

 

Antes de começar um trabalho de SEO, você precisa fazer uma pesquisa de palavras-chave e uma pesquisa de concorrência. Por quê?

A pesquisa é a parte mais importante do SEO. Se você não utilizar bem as palavras-chave, pode acabar gerando tráfego pouco qualificado para o seu site e baixas taxas de conversão.

 

1.1 Pesquisa de Palavras-chave

Para começar a sua pesquisa, a primeira coisa que você precisa fazer é acessar o planejador de palavras-chave do Google, fazer o login e depois clicar em “Procurar novas palavras-chave usando uma frase, um website ou uma categoria”. Agora é só preencher as informações e depois clicar no botão “Obter ideias”.

 

Planejador de palavras-chave do google

Utilize o planejador do Google para encontrar oportunidades

 

Eu recomendo que você escolha, na lista de sugestões, aquelas palavras que tenham mais relevância, maior volume de buscas e menor concorrência.

Tome cuidado para não escolher palavras que são muito amplas, ou você vai acabar com uma alta taxa de rejeição e poucas conversões, já que muitas pessoas vão entrar no seu site e não vão encontrar aquilo que estavam procurando.

Por exemplo: se você vende raquetes de tênis no seu site, não é uma boa ideia tentar aproveitar palavras como “tênis” ou “esportes”, porque dificilmente você conseguirá superar a concorrência e atingir o público que procura pelo seu produto.

 

Dica: use palavras-chave de cauda longa

Palavras de cauda longa são aquelas buscas mais detalhadas que os usuários fazem no google, geralmente usando vários termos. Por serem mais específicas, essas expressões geralmente são menos concorridas e mais fáceis de gerar uma conversão.

No caso do e-commerce de raquetes de tênis, um bom exemplo de cauda longa seria “raquetes de tênis para mulheres canhotas” ou “raquetes de tênis de alumínio para pessoas idosas”.

 

Fale com um consultor

 

1.2 Pesquisa de Concorrentes

Uma boa maneira de encontrar oportunidades é analisar a estratégia dos seus concorrentes. Que palavras-chave eles utilizam? De onde eles conseguem seus backlinks? Como é a estrutura e o design do site deles? Como você pode se diferenciar?

Uma excelente ferramenta para fazer a análise dos seus concorrentes é o SEMrush. Basta acessá-lo, colocar o endereço da página que você quer analisar (dica: apague a parte “http://” e deixe só o que vier depois), clique no botão com a bandeira dos Estados Unidos, mude-a para a do Brasil e clique em “search” para gerar o relatório.

 

SEM rush

Clique na bandeira e mude para a do Brasil

 

 

2. Otimização do site

 

Agora que você já fez suas pesquisas, é hora de encontrar gargalos no seu site e resolvê-los o mais rápido possível. Esses gargalos podem ser:

  • Lentidão para carregar as páginas
  • Links quebrados
  • Usabilidade reduzida para mobile
  • Imagens pesadas demais ou em baixa resolução
  • Instabilidade do servidor
  • Falta de integração com as redes sociais
  • Navegação complicada e pouco intuitiva

 

Para descobrir e resolver gargalos de performance, eu recomendo o site GT Metrix. Esta é uma ferramenta gratuita que faz uma análise completa do seu site e mostra como você pode melhorar o tempo de carregamento da página e se existem links quebrados.

 

GT Metrix - Análise de SEO

Basta colocar a url do seu site e clicar em “Analyze”

 

Sobre os demais gargalos, você deve se perguntar coisas como:

  • Meu site é de fácil navegação em telas pequenas de smartphones?
  • Os menus são intuitivos para o usuário chegar rapidamente onde ele deseja?
  • As redes sociais estão facilmente acessíveis?
  • A experiência como um todo é agradável?

Se você respondeu “não” a qualquer uma dessas perguntas, é hora de revisar a otimização do seu site.

 

3. Produção de conteúdo para o seu blog

 

Uma maneira de incorporar várias palavras-chave relevantes ao seu site é através de um blog. Ao criar um blog, você tem a chance de otimizar cada artigo para palavras-chave diferentes e aumentar o seu alcance.

 

Produza conteúdo para as suas redes sociais

Melhore seu SEO com conteúdo relevante no blog

Tenha em mente que, da mesma forma que o seu site, o seu blog também precisa de cuidados com a qualidade do conteúdo e ser de leitura agradável. Se os seus artigos não geram nenhum valor ou são pouco legíveis, seus clientes não vão se dar ao trabalho de ler.

 

4. Link Building

 

Link Building é o trabalho de conseguir bons links para o seu site e, com isso, aumentar sua autoridade e seu posicionamento nos mecanismos de busca.

Nós já falamos sobre como conseguir bons backlinks para a sua página, que é quando um outro site relevante aponta para o seu conteúdo. Isto é essencial para a sua estratégia de SEO, já que o Google entende que, se vários sites de autoridade estão dizendo que o seu conteúdo é bom, então ele deve ser bom mesmo.

 

Backlinks

Faça algo que as pessoas queiram recomendar

 

As maneiras mais comuns de se fazer um bom link building são através de guest posts, produção de conteúdo e co-participação em projetos como produção de material rico (ebooks, infográficos, etc.) e pesquisas.

O mais importante, novamente, é focar sempre em produzir algo de valor.

 

5. Tem uma loja física? Use os seus dados de localização

 

Esta é uma dica para e-commerces que também possuem uma loja física. Sempre que possível, coloque as informações de localização (nome, endereço e telefone da sua loja) em todas as páginas do seu site.

 

Localização física do seu negócio

Use a localização física a seu favor!

 

Além disso, procure disponibilizar esses dados em listas telefônicas virtuais e sites de guias comerciais. Utilize também palavras-chave com termos locais, como “loja de raquetes de tênis em Belo Horizonte”.

Tudo isso fará o Google entender onde fica a sua loja física e, consequentemente, ele poderá fornecer essa informação para os seus clientes.

 

6. Testar, testar e testar

 

Por último, mas não menos importante, lembre-se de sempre testar tudo para acompanhar os resultados. Os principais testes que você pode fazer são:

  • Usar ferramentas de análise para saber que palavras-chave estão convertendo mais (você pode usar o SEMrush para analisar o seu próprio site)
  • Criar campanhas de mídia paga, como o Google Adwords, para descobrir novas palavras-chave com alto grau de conversão para incluir na sua estratégia de SEO
  • Testes A/B nas suas páginas de vendas (saiba como aplicar Testes A/B para e-commerce)

 

Tudo pronto para decolar a sua estratégia de SEO!

Existem vários bons motivos para otimizar o seu site para os mecanismos de busca, mas o principal deles é aumentar as vendas.

Uma estratégia de SEO requer tempo e dedicação, mas os benefícios valem totalmente a pena. Quando feita corretamente, você vai ver um aumento no seu tráfego qualificado, nas suas conversões e nos seus visitantes recorrentes.

Lembre-se que SEO é, antes de tudo, sobre a experiência do usuário no seu site. Procure gerar o máximo de valor possível para ele e você será recompensado com relevância, autoridade e, consequentemente, um bom posicionamento nos mecanismos de busca.

Caso ainda tenha ficado alguma dúvida, comente aqui embaixo!

Um grande abraço!

Este artigo foi uma adaptação do post The Ultimate Guide to SEO for E-commerce Websites

 

Fale com um consultor

//]]>