Cresça seu e-commerce no Instagram com 10 dicas práticas | Ditiz

Se sua loja é do ramo de moda, você já conhece o poder a importância do Instagram… Mas para você que vende soluções e produtos para negócios, livros, música, artigos geek, ou até alimentos, o Instagram também pode ser um excelente canal de vendas.

 

Como todas as redes sociais de sucesso, a rede de compartilhamento de fotos passou a ser usado por pessoas e empresas como elemento de marketing digital para divulgar pessoas, produtos e serviços. Ainda, considerando que a maior parte do tráfego do Instagram provém de dispositivos móveis, essa rede se destaca por sua grande permeabilidade e presença no dia a dia do seu consumidor.

 

Sendo disponível apenas para imagens e vídeos, o Instagram é uma ótima ferramenta para se trabalhar com produtos, que podem ser representados por si só ou sendo utilizados na prática (a foto de alguém usando um vestido, um vídeo de uma pessoa utilizando um computador, etc.). Para melhorar a recepção dos usuários, vem se tornando cada vez mais disseminada a prática de veicular anúncios com influenciadores, os “instagrammers”, utilizando.

 

Somando este dois fatores: formato dinâmico de mídia e utilização de pessoas influentes para divulgar seus produtos, você passa a ter uma publicidade muito mais humana, que fala a língua do seu cliente, gera mais engajamento e converte muito mais. Mas claro, isto tudo se bem utilizado.

 

Então, agora que você já aprendeu como anunciar no Facebook e como obter os melhores resultados na plataforma, está na hora de tirar a outra face da empresa de Zuckerberg de letra com essas 10 dicas de marketing para o Instagram da sua loja virtual:

 

1. Pesquise concorrentes e entenda sua persona

 

Marketing envolve pesquisa e planejamento. Antes de criar ou modificar uma conta para e-commerce no Instagram, é bom conhecer como a concorrência e as empresas de sucesso estão administrando seus perfis. Observe tudo e avalie de maneira crítica as publicações que deram certo ou não.

 

Com base nas páginas do seu ramo que fazem maior sucesso e, aparentemente, convertem mais, trace um perfil da sua persona no tipo de publicação que você pretende veicular. Você vende para pessoas que usam hashtags? Elas marcam as amigas? Preferem vídeos ou fotos? Abrem o Instagram em que periodicidade?

 

Busque a fundo estas informações, elas serão úteis em toda a sua estratégia de marketing, já que vão balizar o que dá certo e o que não dá.

 

2. Apresentação do perfil

 

Na apresentação do perfil, forneça informações básicas de contato, como um número de telefone, um link para o site e outras redes sociais, se elas forem bem alimentadas, e descreva brevemente sobre o que é a empresa. Lembre-se, você tem apenas 150 caracteres para sua descrição, então seja breve e direto ao ponto.

 

perfil da 31clothing no Instagram

Como exemplo, a 31Clothing tem uma descrição totalmente de acordo com a marca deles.

 

Se possível, crie uma galeria em seu site com fotos do Instagram relacionadas aos respectivos produtos, e coloque o link desta página em sua descrição para que as pessoas que seguem sua marca possam saber qual peça comprar, exatamente.

 

perfil lojas renner no Instagram

Já as Lojas Renner, como já tem seu nome bem posicionado na internet, a descrição gira em torno da oficialidade da página e do link que relaciona os posts à loja.

 

Na foto do perfil, coloque o logotipo da empresa ou uma foto do seu principal produto. Como o tamanho dessa imagem é pequeno, use algo que seja chamativo e tenha boa visualização.

 

Fale com um consultor

 

 

3. Publique SEMPRE

 

O e-commerce no Instagram precisa de disciplina. Uma conta deserta ou com poucas publicações não chama a atenção de ninguém. As publicações precisam ser feitas com periodicidade alta para que o perfil possa crescer e alcançar mais pessoas.

 

Para manter essa periodicidade alta, não tenha medo de reutilizar posts antigos. Com o grande volume de conteúdo no Instagram, raramente seu seguidor irá ver, ou mesmo lembrar do seu post anterior.

 

4. Qualidade da publicação

 

Em um aplicativo de imagens, o foco está todo nelas, mas aquilo que é escrito também tem influência na percepção do consumidor. Quando realizar uma publicação, procure abusar da criatividade das imagens e dos textos. Fique atento à grafia, a imagens borradas ou de mau gosto.

 

Lembre-se de que toda publicação é uma representação da sua marca, portanto, qualidade é imprescindível. Frases com humor e mensagens positivas são ótimas opções que favorecem a identificação com os usuários.

 

página da Anacapri

Veja só a qualidade das fotos da página da Anacapri

 

 

As #hashtags podem ser usadas para conectar a marca a assuntos que dialoguem com as publicações. Assim, o usuário que está pesquisando #ficarforte, por exemplo, pode encontrar sua loja de suplementos, aumentando seu alcance.

 

5. Auxiliando em vendas

 

O Instagram não serve apenas para divulgar seus produtos, mas também para vendê-los. Crie posts com informações de valores, contatos, vantagens e benefícios oferecidos.

 

Indique o site da marca também nas publicações. Assim como em uma venda direta, é fundamental chamar a atenção do cliente, gerar interesse e fazê-lo desejar seu produto.

 

A publicação é para todos. O marketing do e-commerce deve surpreender, pois mesmo se um consumidor não conhecer uma marca ou não se interessar por um produto, ele pode curtir e compartilhar uma publicação devido a sua criatividade. Por consequência, alcança-se novos consumidores e vendas.

 

No entanto, atente-se: posts orgânicos no Instagram não têm links nas imagens, então utilize soluções como a NowLink para gerar vendas a partir dos seus posts, relacionando suas publicações com produtos no site.

 

E caso você tenha interesse em anunciar através de posts pagos, leia este artigo que ensina como usar a plataforma Facebook para empresas para veicular anúncios tanto no Instagram quanto no Facebook.

 

6. Responda aos comentários

 

Quer fazer uma rápida pesquisa de mercado? Preste atenção nos comentários! As pessoas adoram dividir experiências; boas e ruins. Agradeça seu público, tire dúvidas, indique outros produtos, auxilie na resolução de problemas com educação e agilidade. Isto vai ajudar tanto nas vendas quanto no posicionamento e branding, afinal, todo mundo gosta de marcas que prestam atendimento excelente.

 

Arezzo comentando no post

A Arezzo, uma das páginas mais bem sucedidas do Brasil, utiliza esta técnica muito bem. Você pode ter certeza que a Marilia, a Denise ou a Rafa converteram com esta resposta super pessoal da marca. Quanto mais humano o marketing, maior a conversão

 

Faça perguntas sobre produtos que as pessoas gostariam que a marca vendesse, sobre cores diferentes, tamanhos, etc. Alguns comentários podem revelar muitas coisas boas e colocar seu negócio no caminho certo.

 

Quer receber outras dicas e conteúdos exclusivos sobre como aumentar as vendas no seu e-commerce?Cadastre seu email!

 

7. Faça parcerias

 

As parcerias possibilitam expandir seu alcance, mas não é qualquer uma que dá certo. Infelizmente, a “febre” do Instagram está cada vez maior, sendo parte da estratégia de diversas lojas grandes a contratação de divulgações em páginas de instagrammers fomosos. Isso levou a um aumento exagerado e desmedido dos preços, que podem chegar a R$2.500 por post.

 

post patrocinado no Instagram

A intagrammer tira uma foto com o produto e marca a loja em questão

 

Então, busque parcerias que aceitem pagamento em produtos, para que façam um pequeno vídeo ou uma publicação falando sobre os benefícios e qualidades da marca. Se optar por investir em posts pagos, identifique o nível de engajamento médio de posts do genêro na página para ter uma previsibilidade do retorno. Não se deixe levar pelo número de seguidores, as vezes uma página com 1.000 seguidores fiés e engajados que cobra R$50 vai te dar um retorno sobre o investimento (ROI) melhor que uma que tem 200.000 mil seguidores distantes e que cobra R$900/post.

 

Também é possível fazer parcerias com ONGs, entidades, páginas de temas culturais, sociais e ecológicos. É uma maneira de aplicar e promover o marketing social da empresa.

 

 

8. Utilize datas comemorativas

 

Datas comemorativas são ótimas oportunidades para realizar publicações. Através do uso de hashtags e de imagens com inspiração no tema da data, é possível alcançar muitos seguidores.

 

Também são boas oportunidades para realizar promoções e apresentar novos produtos que incentivem o compartilhamento de publicações e a adesão de novos seguidores.

 

9. Interação com a marca

 

Certamente, o melhor marketing para uma empresa é o consumidor satisfeito. Publique fotos de consumidores usando seus produtos e crie uma hashtag com o nome da sua empresa e incentive seu uso em promoções, concursos, sorteios. Não se esqueça da dica nº 6: responda aos comentários e se prontifique para fornecer uma experiência incrível para seu usuário.

 

Post da Loucos por Canecas

Um ótimo exemplo de loja fora do ramo de moda, a Loucos por Canecas utiliza a própria hashtag e engaja através dos comentários

 

O Instagram é um meio para que seus seguidores também se conectem às outras plataformas usadas pela marca. Faça publicações que motivem o acesso a elas e vice-versa.

 

10. Crie um perfil empresarial

 

O Instagram irá disponibilizar globalmente até o final de 2016 a opção de perfis para empresas. Esses perfis contam com estatísticas para avaliação detalhada de uma conta. Tais estatísticas apresentam dados sobre publicações, seu envolvimento e alcance.

 

Além disso, é possível saber quais são as postagens mais populares, definir o público-alvo da marca e saber quando os seguidores estiveram mais ativos.

 

Alguns aplicativos já oferecem opções para administrar o Instagram e têm funções semelhantes. A diferença para o perfil empresarial oferecido pelo Instagram é que esta novidade é integrada à própria conta e só é oferecida para empresas e marcas, uma ótima oportunidade para você aplicar os conceitos de marketing que leu neste e outros posts do blog da Ditiz

 

Conclusão

 

Obviamente que o nicho do negócio importa: se você vende roupas você certamente irá ter maior proveito no Instagram que caso você vendesse adesivos para banheiros. Mas isso não quer dizer que o Instagram não é uma arma poderosa para seu negócio. No mínimo, montar uma página vai te ajudar a melhorar o posicionamento da sua loja no Google (SEO), já que páginas do Instagram têm um ótimo ranking, ficando no máximo na 2ª página do buscador quando se pesquisa algo relacionado ao nicho de um e-commerce.

 

Então, faça publicações com disciplina, busque oportunidades para aumentar o alcance como os hashtags e parcerias com instagrammers e tente converter o tráfego e engajamento nas imagens e vídeos para acessos e vendas no site com ferramentas e truques como a NowLink e você estará no caminho certo de consolidar mais um canal excepcional para seu marketing.

 

Ficou alguma dúvida? Gostaria que escrevêssemos sobre mais alguma rede social? Escreve aqui nos comentários que vamos responder o quanto antes 😉

 

Fale com um consultor

Henrique Cavalieri
Henrique Cavalieri
Colaborador da Ditiz, com vasta experiência no desenvolvimento de startups e pequenos negócios. Ensino empreendedorismo para MEIs e donos de empresas iniciantes das comunidades de Belo Horizonte, sendo o Marketing Digital meu foco.
//]]>