9 Truques para baixar a Taxa de Abandono do Carrinho de Compras

15 de janeiro de 2017

Apesar de que sites de e-commerce nunca irão desfrutar de abandono zero no carrinho de compras, existem truques que se pode empregar para incentivar os compradores a completar suas compras.

Parte da redução da taxa de abandono é descobrir exatamente onde no processo de compras as pessoas estão saindo; Não é sempre durante o processo de check-out.

Para converter o máximo de seus visitantes, não se esqueça de aderir a estas boas práticas:

 

1. Preços transparentes e evidentes

 

Muitos comerciantes online tentam esconder os preços dos concorrentes. Uma maneira de fazer isso é exigir que o comprador adicione o produto ao seu carrinho a fim de ver o preço.
Isto não apenas irritará seu comprador, como também provocará altas taxas de abandono de carrinho.

 

Cupons de desconto

 

2. Indique claramente a disponibilidade

 

Outra inconveniência para os compradores é descobrir que o produto está fora de estoque ao fazer checkout. Não arrisque perder o cliente que abandona seu carro inteiro sobre um ou dois artigos que estão fora de estoque. Backorder é tranquilo, mas informe ao seu comprador qual a data prevista para o produto chegar no estoque antes que ele coloque o item no carrinho.

 

Abandono de carrinho de compras

 

3. Encurte o processo de Checkout

 

Há uma tendência forte para o checkout de apenas uma página. Quanto mais cedo você implementar o checkout de uma página em sua própria loja de comércio eletrônico, melhor. Este simples truque sozinho pode significativamente reduzir a taxa de abandono do carrinho.

Ao implantar um processo de checkout em sua loja, este processo não pode ter mais do que 3 páginas. Independente de ser uma página ou cinco nunca faça o cliente inserir detalhes ou informações duas vezes.

O abandono subirá se um comprador precisar preencher novamente dados e detalhes, pois o campo precisa de nova validação. Indo ainda mais longe, use logins e cookies para pré-preencher o máximo possível de dados.

 

Fale com um consultor

 

4. Mantenha a loja virtual simples e limpa

 

Não sobrecarregue seus clientes com detalhes demasiados e desnecessários do produto. Claro, possua informações suficientes para tirar todas as dúvidas do comprador e incentivar uma menta, mas use guia para ocultar informações que nem todos os compradores se importam como especificações técnicas.

Isto irá manter o design da página limpo, enquanto ainda permite que aqueles que querem ver os detalhes se satisfaçam.

 

5. Ative métodos de pagamento diferentes

 

Não há nenhuma razão empresarial sólida para não aceitar pagamentos através de fornecedores de terceiros, como PayPal e outras carteiras digitais. Portanto, facilite para os clientes utilizarem o método que preferirem. Uma vez ativado, destaque esses métodos de pagamento no início do processo de compras para que os clientes saibam que podem pagar com eles.

 

paypal

 

Permita que os usuários salvem os métodos preferidos de pagamento para um processo ainda mais transparente na próxima vez.

 

6. Use remarketing

 

O remarketing pode ser feito na web e por e-mail. O remarketing por e-mail é uma ótima maneira de fazer com que os compradores voltem ao seu site. Tente maneiras diferentes de cortejá-los de volta, como e-mail descontos ou códigos de cupom ou com programa de marketing boca a boca.

 

marketing-boca-boca-e-commerce

 

O remarketing na web colocará seus anúncios na frente dos compradores enquanto navegam em outros sites. Enquanto eles não estão prontos para comprar quando eles abandonaram seu carrinho, remarketing é uma ótima maneira de ficar no topo da mente.

Uma vez que o utilizador já foi apresentado à sua marca, os seus anúncios de remarketing são mais susceptíveis de chamar a sua atenção.

 

7. Inspire confiança

 

Um comprador que não confia em seu site não fará uma compra. Isso é duplamente verdadeiro em uma era de roubo crescente de detalhes de cartão de crédito. Se empregar cookies, certifique-se de ter uma página explicando exatamente o que eles fazem.

Também tenha uma página explicando os recursos de segurança de seu site. Publique uma política de privacidade clara e fácil de entender que explique aos clientes exatamente o que você fará com suas informações privadas e como você irá protegê-lo.

 

Site Seguro

 

Certifique-se de usar um certificado SSL de uma fonte respeitável e incluir um selo em seu site para mostrar que seus dados estão criptografados. Os clientes estão mais à vontade ao ver os logotipos de marcas reconhecidas, por isso, se você está vendendo os produtos dessas marcas, colocar o cliente à vontade, usando logotipos, quando apropriado.

 

8. Otimize sua loja

 

É verdade que mudar a cor de um botão ou mesmo movê-lo pode aumentar as vendas e diminuir a taxa de abandono. Use uma ferramenta de teste A / B como Optimizely para testar tudo em seu site. Comece com testes amplos e reduza-os para ser mais específico à medida que você recolher insights.

 

Testes AB

 

9. Acelere o seu site

 

Velocidade de carregamento de página não só afeta a sua colocação no Google, como também pode afastar os compradores. Milésimos de segundos. Faça tudo o que puder para acelerar seu site. Você pode manter um olho nos tempos de carregamento da página dentro do Google Analytics.

 

Não perca mais nenhum carrinho de compras!

 

Enquanto as dicas acima não vão reduzir a taxa de abandono carrinho para zero, seguir essas boas práticas deve melhorar suas métricas globais. Todo lojista de e-commerce precisa lidar com carrinho abandonado; O melhor a se fazer é agir proativamente para reduzir a taxa de abandono do carrinho de compras. Pois no final das contas, é isso que fará você vender mais e aumentar seus lucros!

 

Gostou deste conteúdo? Quer saber mais sobre como você pode aumentar suas vendas? Confira este artigo sobre marketing boca a boca!

 

Fale com um consultor

Rafael Faria
Rafael Faria
Co-fundador da Ditiz, formado em Administração no Ibmec-MG e especialista em Inbound Marketing & Sales. Minha grande paixão é ajudar seu negócio a crescer.
//]]>